Serviços Conectados

Rádio

Followers

Link-me

Postagens populares

Publicidade

Tecnologia do Blogger.
I made this widget at MyFlashFetish.com.

Violência no Brasil contra Mulher

Postado por Psicologa Fernanda Nascimento quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012


MAPA DA VIOLÊNCIA 2012
OS NOVOS PADRÕES DA VIOLÊNCIA HOMICIDA NO BRASIL


O estudo analisa os últimos 30 anos de violência homicida no país e verifica profunda mudança nos padrões históricos. Aponta as principais características da evolução dos homicídios em todo o país: nas 27 Unidades Federadas, 27 Capitais, 33 Regiões Metropolitanas e nos 200 municípios com elevados níveis de violência. Em planilhas anexas nesta página, constam os dados da violência dos 5565 municípios brasileiros.

Brasil




É o país onde mais ocorre violência doméstica, mesmo com a Lei Maria da Penha - Lei 11.340, ainda   ha um aumento muito grande dos casos de violência doméstica. Em alguns casos as mulheres são ameaçadas e por isso, não tem coragem de denunciar, por medo de morrer, e as vezes por amor, preferem sofrer as repressões da violência.



violência no Brasil já é considerada um fato histórico, que vem desde a conquista dos índios, a escravidão dos africanos, o coronelismo e o autoritarismo burocrático tanto antes como depois da independência. Portanto, a violência pode ser considerada também uma questão política, além de social.
Os principais fatores que desencadeiam a violência no Brasil têm sido a desigualdade social, o desemprego, a miséria e a fome. Além desses, também devemos levar em consideração outros fatores como a precariedade do sistema educacional, saúde, habitacional etc. Todos esses, contribuem para gerar uma insatisfação, sensação de injustiça e impunidade, que na maioria das vezes se tornam um gatilho para a prática de algum tipo de violência.

Contudo, em um país regido pela democracia, como é o caso do Brasil, políticas sociais e de segurança pública seriam a chave principal no controle da criminalidade e de alguma forma poderia ser iniciado um processo de erradicação da violência. Vamos batalhar e cobrar dos nossos governantes medidas mais eficazes na luta contra a violência no Brasil!
Com 3% da população mundial o Brasil concentra 9% dos homicídios cometidos no planeta; Os homicídios por sua vez, cresceram 29% na década passada e entre os jovens esse crescimento foi de 48%.

A violência contra a mulher é também uma questão de saúde pública


A Organização Mundial da Saúde (OMS) reconhece a violência doméstica como um problema de saúde pública, pois afeta a integridade física e a saúde mental. Os efeitos da violência doméstica, sexual e racial contra a mulher sobre a saúde física e mental são evidentes para quem trabalha na área. Mulheres em situação de violência freqüentam com assiduidade os serviços de saúde e em geral com "queixas vagas".








Para entendermos porque a violência doméstica é também uma questão de saúde pública, precisamos compreendê-la no seu aspecto numérico (grande número de vítimas que atinge); nas repercussões deletérias na sanidade física e mental, assim como em suas decorrências econômicas para o país: diminuição do PIB (Produto Interno Bruto) às custas do absenteísmo ao trabalho; da diminuição da produtividade; e do período que ficam às expensas da seguridade social.





     

"A rota das vítimas de violência doméstica passa regularmente pelos pronto socorros, ambulatórios e hospitais da rede de saúde" (Rufino, 1997), que em geral não conseguem fazer o diagnóstico de violência doméstica, assim como não compreendem a magnitude do problema como uma questão de saúde pública e nem conseguem assumir a responsabilidade social que lhes cabe. No Brasil, um outro dado importante é a omissão do poder público que não habilita os(as) profissionais de saúde para o atendimento adequado às mulheres em situação de violência.


Para Saffioti (1997), a violência familiar "recobre o universo das pessoas relacionadas por laços consangüíneos ou afins. A violência doméstica é mais ampla, abrangendo pessoas que vivem sob o mesmo teto, mas não necessariamente vinculadas pelo parentesco".


A mulher é um ser muito frágil, por isso muitas das vezes não possui defesa, se apega muito fácil, e se deixa levar por um sentimento de apego, e na maioria dos casos, a mulher é violentada pelo seu próprio companheiro.
  
A Palavra de Deus

Cuide daqueles de sua casa (1 Timóteo 5:8). O homem que não cuida dos seus não é um homem de verdade.
Ame sua esposa como Cristo amou a igreja e se deu por ela (Efésios 5:25). Jesus é o maior exemplo devido ao seu amor sacrificial. Sua esposa terá prazer em submeter-se a um homem que a ame desse modo.

Conceda a sua esposa o afeto que lhe é devido (1 Coríntios 7:3). Você é obrigado, entre outras coisas, a satisfazer suas necessidades e seus desejos sexuais. Muitos casamentos poderiam ter continuados se isso fosse praticado.

Não prive sua esposa de seu corpo, porque pertence-lhe (1 Coríntios 7:4-5). Não cumprir suas obrigações conjugais com sua esposa é roubar o que lhe é devido.

Não provoque seus filhos à ira, mas criai-os na disciplina e na admoestação do Senhor (Efésios 6:4). Seja justo e honesto. E não deixe toda a disciplina para sua esposa, porque a responsabilidade é sua.

Viva com sua esposa em uma maneira compreensiva, dando lhe a honra como a parte mais frágil (1 Pedro 3:7). Se você queix-se que não compreende sua esposa, é melhor você aprender a entendê-la, porque Deus ordena que compreenda! Ela merece honra.

Não trate a sua esposa com amargura (Colossenses 3:19). Como no ponto anterior, isso envolve o tratamento justo que sua esposa merece.

Daí a importância de uma religião ou crença,baseada na palavra de Deus. Quem busca dedicar-se a sua vida centrada no temor de Deus, conhecendo os princípios bíblicos, não usa de violência, mais sua base será sempre o Amor, por que, Deus é amor.








0 comentários

Postar um comentário

Não só comente! Elabore uma grande critica ou opinião favorecedora!

Buscar

Translator

Hora

Psicologa

Psicologa
Sou Funcionária Pública Federal e Psicóloga Graduada na Faculdade CESMAC, especializada nas áreas Jurídica, Clínica e Escolar. Pós Graduada em Vigilância à Saúde, pela Universidade Federal de Alagoas- UFAL.
Psicologa online?
Estando verde, clique no ícone para contato com Fernanda!

Visualizações no Blog

Histórico

Observação

Para todos visitantes e membros quero logo avisar que as minhas opiniões estão em vermelho em todas as postagens!

Ops: E para terem uma melhor leitura das postagens cliquem no "Continue lendo" dessas postagens e todo conteúdo será esboçado!

Descubra o que se passa em:

http://www.bispomacedo.com.br

Agregador

LinkLog
Agradeço ao LinkLog pelo grande tráfego de visualizações que me tem concedido!
Ocorreu um erro neste gadget
Fique sempre atualizado!
Cadastre-se e receba nossas novidades em seu e-mail.
Widget by MundoBlogger Instale este widget
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...