Serviços Conectados

Rádio

Followers

Link-me

Postagens populares

Publicidade

Tecnologia do Blogger.
I made this widget at MyFlashFetish.com.

Divórcio sem Barreiras

Postado por Psicologa Fernanda Nascimento segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Vencendo a Barreira do Divórcio junto aos Filhos 


            Falar em divórcio ainda é uma questão muito polêmica, e a tomada de decisão muita das vezes é imatura, impensada, principalmente quando existe filhos, eles acabam sofrendo as consequências, e são obrigados a também aderir ao divórcio, a viver um relacionamento com barreiras e limitações.
               Além dos problemas psicológicos e emocionais, o individuo levará consigo uma experiencia que futuramente poderá influenciar na sua vida pessoal, deixando a criança, ou adolescente sem identidade, e na maioria das vezes quando os filhos se tornam adultos, não sentem segurança nas relações a dois, e em alguns casos quando chegam a se casar, torna-se uma repetição de separação.
       Ninguém é obrigado a se casar e viver eternamente, porém o casamento não é um jogo onde as principais peças de quebra-cabeça, são os filhos, e que terão de ser misturados de um lado para outro até se encachar no lugar que os pais querem.
       
       A final de contas o que é o divórcio? 

     O termo nada mais é que pacto quebrado, para aqueles que mediante um Deus que instituiu o casamento, assim o violou, uma promessa quebrada que foi feita e dita no meio dos homens.
      
      E o que os dicionários dizem dessa palavra Divórcio?

Definições da web
O divórcio (do latim divortium, derivado de divertĕre, "separar-se") é o rompimento legal e definitivo do vínculo de...
pt.wikipedia.org/wiki/Divórcio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre
Divórcio

    O divórcio (do latim divortium, derivado de divertĕre, "separar-se") é o rompimento legal e definitivo do vínculo de casamento civil. É uma das três maneiras de dissolver um casamento, além da morte de um dos cônjuges.
    O processo legal de divórcio pode envolver questões como atribuição de pensão de alimentos, regulação de poder paternal, relação ou partilha de bens, regulação de casa de morada de família, embora estes acordos sejam complementares ao processo principal.
    Hoje apesar dos sofrimentos e sequelas deixada por uma separação, a psicologia tem sido um grande suporte para ajudar nas dificuldades enfrentadas pelos filhos.Sabemos que o buraco sempre haverá, pois não é fácil aceitar conviver num lar sem as figuras mais importantes e fundamentais na construção da base familiar, e principalmente de ter um lar feliz e saudável.
     Sabe-se que o desejo dos filhos é terem os pais unidos sempre por perto, isso os torna pessoas mais completas.Isso não significa que não possa viver uma vida normal, para isso é necessário que os pais mesmo depois de divorciados, passem a dar uma atenção especial a seus filhos, proporcionando a eles segurança, e que possam mostrar na prática para seus filhos que não existe separação entre filhos e pais, que eles serão sempre queridos e amados, e poderão estar com os dois quando quiserem, e que nada pode romper o laço entre pais e filhos.
      É uma tarefa muito difícil, porém com responsabilidade tudo poderá se resolver sem que as pilastras que edificam a vida de uma criança seja quebrada ao meio. A família é o berço da vida real, é a base de toda estrutura da vida de um ser humano. 
    Podemos dar algumas dicas para esses pais que não sabem o quanto seus filhos sofrem sem merecer: 

  • Nunca abandonem seus filhos, procurem dar a assistência necessária, e o amor que eles mais precisam;
  • jamais coloquem seus filhos um contra o outro; 
  • Mantenham ao menos o respeito na frente de suas crianças e adolescentes; 
  • Mostrem que estão ao lado deles e que os mesmo terão o carinho e o aconchego sem mesmo antes sentir sua falta;
  • Não deixem que a saudade o faste de vocês,  tornando-os pessoas vazias sem saber o significado do que é o verdadeiro amor de pai e de mãe; 
  • Não permita que seus filhos fiquem despercebidos do que venha ser uma real representação de família.
  • Errar é humano, mais não podemos deixar o erro se repetir.
     

      



0 comentários

Postar um comentário

Não só comente! Elabore uma grande critica ou opinião favorecedora!

Buscar

Translator

Hora

Psicologa

Psicologa
Sou Funcionária Pública Federal e Psicóloga Graduada na Faculdade CESMAC, especializada nas áreas Jurídica, Clínica e Escolar. Pós Graduada em Vigilância à Saúde, pela Universidade Federal de Alagoas- UFAL.
Psicologa online?
Estando verde, clique no ícone para contato com Fernanda!

Visualizações no Blog

Histórico

Observação

Para todos visitantes e membros quero logo avisar que as minhas opiniões estão em vermelho em todas as postagens!

Ops: E para terem uma melhor leitura das postagens cliquem no "Continue lendo" dessas postagens e todo conteúdo será esboçado!

Descubra o que se passa em:

http://www.bispomacedo.com.br

Agregador

LinkLog
Agradeço ao LinkLog pelo grande tráfego de visualizações que me tem concedido!
Ocorreu um erro neste gadget
Fique sempre atualizado!
Cadastre-se e receba nossas novidades em seu e-mail.
Widget by MundoBlogger Instale este widget
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...