Serviços Conectados

Rádio

Followers

Link-me

Postagens populares

Publicidade

Tecnologia do Blogger.
I made this widget at MyFlashFetish.com.

Homossexualidade e o Livre Arbítrio

Postado por Psicologa Fernanda Nascimento sexta-feira, 16 de março de 2012

 
 
   Homossexualidade uma questão de escolha!
    
    Ninguém nasce homossexual, transsexual, bissexual ou lésbica, e nem tão pouco é uma doença genética ou hereditária, o que acontece é que na maioria das vezes existe uma opção de escolha quanto ao comportamento diante da sociedade,é uma escolha mútua acerca de pessoas do mesmo sexo, é uma preferencia pessoal, um desejo como outro qualquer, que lhe proporcione bem estar psicológico e físico.

    Não há patologia alguma que venha inserir a homossexualidade, por tanto, não é uma doença, e isso é bem claro diante da OMS. O ser humano deve ser compreendido em toda sua totalidade, escolhas, e livre arbítrio. Não é ético tentar mudar seus pensamentos ou forma de agir, a homossexualidade deve ser entendida de forma pacificadora, ninguém é obrigado a aceitar tal comportamento, porém, deve respeitar sem preconceitos e críticas, cada pessoa determina que tipo de conduta deve seguir, nem o próprio Deus criador do homem, impediu que o ser humano tomasse seu rumo, dando-lhe o livre arbítrio para escolher que caminhos a percorrer, e quem somos nós a julgar.

    A Psicologia não faz milagres, e nem tão pouco pode usar da força de seus valores pessoais para tentar mudar ou curar tais indivíduos, isso bateria de frente do Conselho Federal de Psicologia, seria como uma infringimento do código de ética. 

    A história da homossexualidade tem sua origem desde os tempos antigos, da época dos egípcios, gregos e romanos, se nos séculos passados, não houve punição, nos dias atuais é que não vai existir, hoje a sociedade tem uma nova concepção, e a lei ampara tais atitudes, quem vai impor e descriminar, o ser humano tem seus direitos de escolhas, que prossigam, o caminho é largo para a felicidade, e estreito o caminho da dor, do juízo e todos tem sua própria consciência de seu destino.

Vamos ver um pouco mais dessa história para entendermos melhor sobre a homossexualidade. 

      
Falando sobre Homossexualidade


Diz o poeta Goethe que a homossexualidade é tão antiga quanto a humanidade. Os primeiros registros históricos são datados de mais ou menos cinco séculos antes do nascimento de Cristo. Egípcios, gregos, romanos, possuem casos de homossexualidade em sua história, alguns bem famosos como o general Alexandre Magno e Platão.

Um dos registros mais antigos que se tem de uma relação homossexual é dos deuses egípcios Oros e Seti. Na mitologia Grega, podemos usar o exemplo de Laio, pai de Édipo, que teve um relacionamento homossexual com Crísipo. Quando Crísipo se suicidou por causa deste amor proibido, seu pai, tomado da dor e frustração por este relacionamento e seu final trágico, amaldiçoou Laio a ser traído e assassinado por seu filho, que viria a ser Édipo.

No Egito, como na Mesopotâmia, existiam formas institucionalizadas de homossexualidade. Entre os gregos e romanos, havia a aceitação de relações sexuais entre homens, como demonstração de poder, sem que esses deixassem de ter suas mulheres. Na sociedade ateniense, era natural que um jovem fosse possuído sexualmente por um adulto, porque seu papel na sociedade era de passividade.

Os temíveis exércitos de Tebas e de Esparta possuíam unidades formadas por pares de amantes homossexuais. Essas tropas, capazes de bravura suicida, eram estimuladas por idéias como as de Platão, que achava que um homossexual nunca abandonaria seu amante em combate e procuraria honrá-lo com feitos heróicos.

Mais atualmente, aparecem registros da homossexualidade feminina. Ela esteve na moda em vários períodos no Japão, do século XI ao XIX e na China Imperial, como no século XI. Chegou a ser institucionalizada entre os maias no século XV.

Não é fácil contar a história da homossexualidade, pois ela esteve sempre nos bastidores da história oficial. O que se pretende é mostrar que a humanidade é bastante contraditória quando se trata de um assunto que caminhou com ela, mas que ficou relegado a um segundo plano.



   

0 comentários

Postar um comentário

Não só comente! Elabore uma grande critica ou opinião favorecedora!

Buscar

Translator

Hora

Psicologa

Psicologa
Sou Funcionária Pública Federal e Psicóloga Graduada na Faculdade CESMAC, especializada nas áreas Jurídica, Clínica e Escolar. Pós Graduada em Vigilância à Saúde, pela Universidade Federal de Alagoas- UFAL.
Psicologa online?
Estando verde, clique no ícone para contato com Fernanda!

Visualizações no Blog

Histórico

Observação

Para todos visitantes e membros quero logo avisar que as minhas opiniões estão em vermelho em todas as postagens!

Ops: E para terem uma melhor leitura das postagens cliquem no "Continue lendo" dessas postagens e todo conteúdo será esboçado!

Descubra o que se passa em:

http://www.bispomacedo.com.br

Agregador

LinkLog
Agradeço ao LinkLog pelo grande tráfego de visualizações que me tem concedido!
Ocorreu um erro neste gadget
Fique sempre atualizado!
Cadastre-se e receba nossas novidades em seu e-mail.
Widget by MundoBlogger Instale este widget
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...